segunda-feira, 3 de agosto de 2020

O SEGREDO DA FOTOGRAFIA DE ALIMENTOS . AS CORES!

Compondo com Cores

A escolha do esquema de cores é tão essencial na fotografia de alimentos (ou fotografia gastronômica), quanto a iluminação.


Fotos dos alimentos são, geralmente, coloridas, embora as cores tenham um papel secundário na cena, para evitar a distração do espectador em relação ao tema principal.
Isto é fundamental, especialmente em relação à escolha de fundos e acessórios - é melhor evitar usar muitas cores diferentes em uma única foto, pois isso cria uma composição desequilibrada. O fotógrafo deve selecionar cores, que complementem a cor da comida.

O disco de cores é uma importante ferramenta na composição da imagem.
Todas as cores do espectro visível são compostas de uma mistura das cores primárias de determinado espaço de cor - azul, amarelo e vermelho, no espaço de cor pigmento opaco, ciano, magenta e amarelo, no espaço de cor pigmento transparente, vermelho, verde e azul, no espaço de cor luz.

Para composição de cores, o ideal é optar por um dos esquema de cores cientificamente definidos.
A habilidade no uso desses princípios básicos permitirá, que o fotógrafo produza composições de aparência agradável e que provoquem prazer visual no espectador.
Geralmente, uma boa prática é repercutir a cor do prato principal em elementos adicionais da composição, como um guardanapo, um copo ou flores frescas. 
Se o prato em si for colorido, vale a pena atenuar o restante da cena usando cores neutras como branco, cinza ou preto. Para aprofundar o entendimento sobre os esquemas de cores, é interessante imprimir o disco e tê-lo a mão, enquanto montamos a cena.

Cores Complementares


Quanto mais diferentes são as cores, mais contraste elas produzem – as cores complementares oferecem contraste máximo.
O contraste entre cores complementares potencializa o brilho percebido enquanto preserva o equilíbrio das cores.

Aqui estão alguns exemplos do “esquema de cores complementares”, que reforçam o brilho e a percepção das formas: verde e vermelho, azul e laranja, amarelo e violeta. Outros tipos de contraste de cores também desempenham um significativo papel na fotografia de alimentos. Estes podem ser o contraste entre tons quentes e frios como o amarelo e o azul ou o contraste qualitativo entre diferentes graus de saturação, como por exemplo, um prato com dominante vermelho escuro, num fundo verde.

O contraste claro e escuro entre matizes semelhantes também é uma ferramenta de composição eficaz.

As preferências variam e não há limites para a forma como você pode usar cores nas fotos de alimentos – o fator mais importante é que o elemento da cena mais brilhante, colorido e altamente saturado atrairá, imediatamente a atenção do espectador e determinará a sensação da imagem. Em outras palavras, verifique se o detalhe dominante é o único
você mais deseja realçar.

Cores análogas


Cores análogas são semelhantes entre si e se localizam lado a lado no disco de cores.
Para produzir imagens com uma atmosfera serena,e aconselhável escolher cores análogas, que se harmonizem, em vez de causarem contraste entre elas.

Novamente, o fotógrafo pode usar o disco para localizar as cores apropriadas, desta vez, identificando as cores à direita e esquerda da cor principal e não as cores opostas.
Essa abordagem produz resultados discretos, em vez de brilhantes e ousados.

Composição Monocromática


Uma abordagem monocromática, tom sobre tom, é outra maneira de criar efeitos muito agradáveis. Para criar um efeito monocromático, selecione uma cor principal e use tons ligeiramente mais claros ou mais escuros da mesma cor para o resto dos elementos de cena e para o fundo. Preto, branco, cinza e cinzas cromáticos são cores neutras que, a princípio, representam valores em escala de cinza – eles são excelentes opções para cores coadjuvantes numa composição, desde que não criem muito contraste com as cores principais. Por exemplo, amarelo se harmoniza melhor com branco do que com preto.

Existem inúmeros outros esquemas de cores e cada um, evoca uma emoção no espectador. Saber escolher é a chave de uma fotografia de intenso apelo visual.

Fotos: Pexels

quinta-feira, 12 de março de 2020

Vídeo para celular: novo clipe de Lady Gaga foi 100% gravado com smartphpne

Até bem pouco tempo, um vídeo para celular feito com qualidade profissional era impensável. Com a evolução tecnológica, no entanto, um bom smartphone torna possível gravar, editar e publicar vídeos maravilhosos. Se eu te falar que este tipo de material é uma tendência na indústria fonográfica, você acredita?



Pode botar fé, viu? Na era do YouTube e das plataformas de vídeo e streaming, o videoclipe continua sendo uma das principais ferramentas do artista 🤩

Neste contexto tecnológico, a cantora Lady Gaga acaba de dar um exemplo de como usar os recursos de smarthphones para gravar um clipe. Neste post, vou te contar como foi que a pop star americana fez do celular uma importante ferramenta de trabalho.

Ficou na pilha para conhecer essa história direito? Então, se prepare por aí e vamos nessa 😉

Como Lady Gaga gravou um clipe usando smarthphone?

Lady Gaga canta, dança escreve música, toca vários instrumentos e faz de seu show um dos maiores espetáculos da cultura pop. Inquieta por natureza, como todo artista visionário, a "Mother Monster" sempre está disposta a inovar. Quando o assunto tecnologia entra, ela realmente não mede esforços para se adaptar aos novos conceitos.

A maior prova da inovação da pop star é o clipe de seu novo single, Stupid Love. O material foi todo filmado com o iPhone 11 Pro. Em cena, ela surge toda trabalhada no rosa e faz seus passes de dança em meio a um time de bailarinos maravilhosamente coreografados.

Dê o play e confira o resultado:



De acordo com o site TechTudo, as imagens foram gravadas com "três iPhones posicionados na horizontal junto de aparelhos que ampliam a capacidade dos sensores e estabilizadores de movimento”. Também foram utilizados acessórios profissionais para ampliar a capacidade da câmera, bem como para estabilizar as imagens.



A edição, naturalmente, foi feita por meio dos recursos de um aplicativo desenvolvido com tecnologia de ponta.

A câmera do iPhone 11 Pro

O iPhone 11 Pro possui um conjunto triplo de câmeras com 12 MP, cada uma com um tipo de abertura (ultra wide, grande angular e teleobjetiva). Além dos aprimoramentos de imagens, o smartphone grava vídeos em 4K com ferramentas de edição que os tornam mais sofisticados e requintados, como gravação em câmera lenta.

Curso de vídeo para celular e tablets

Se você chegou até aqui, certamente percebeu que fazer vídeos profissionais com celular ou tablet é o que há de mais top, né? Por mais que pareça simples, no entanto, esse tipo de produção exige certo apuro técnico e domínio pleno das ferramentas e aplicativos de edição e gravação 📱

E sabe o que é melhor? Nós aqui da Stúdio 3 Escola de Fotografia e Vídeo podemos te ajudar a se profissionalizar neste tipo de produção de conteúdo!

A edição mais recente do nosso Curso de vídeo para celular e tablets foi puro sucesso. Não demora, e a gente vai abrir mais turmas para quem quer dominar - de uma vez por todas - a arte de produzir vídeos usando smartphone ou tablet.

Fique ligado, pois, a qualquer momento eu volto com novidades.